Fazenda de Likes (ou likes falsos) faz as suas redes sociais bombarem?

Portrait of young woman cover her face with digital tablet. Isolated on white.

Nas últimas semans, vimos várias notícias sobre a Fazenda de Likes (clique aqui para ver uma das matérias sobre o assunto), que promete fazer um negócio “bombar” nas redes sociais. Essa “fazenda” é um sistema que cria perfis falsos por meio de vários smartphones ligados permanentemente e esses perfis de mentira distribuem likes de forma automática. O objetivo, segundo os criadores, é aumentar a base de fãs ou seguidores da marca ou pessoa e, assim, aumentar a popularidade. Para ter likes por meio de uma fazenda, é simples: basta pagar.

A princípio, o argumento da “popularidade” pode ter sentido. “Se eu tenho muitos seguidores, vou passar credibilidade e atrair pessoas”, seria um pensamento imediato. Mas, junto com a notícia dessa maneira de conquistar seguidores, vieram as críticas de especialistas em Marketing Digital. E listamos vários motivos para confirmar que comprar seguidores, em qualquer hipótese, é uma péssima escolha.

Os likes não devem ser de robôs, mas de pessoas

 O principal objetivo de uma marca estar nas redes sociais é se relacionar com as pessoas, fazendo com que elas se envolvam com o conteúdo que é produzido e conversões sejam geradas. Qual a relevância de se produzir conteúdo para robôs?

Dados falsos e propaganda enganosa sempre são ruins

Clientes rejeitam dados falsos. Se uma página que tem muitos fãs ou seguidores entrega conteúdo com pouco retorno de envolvimento, logo fica claro que há algo errado com aqueles “likes” ou “followers”. E afirmar se a quantidade de seguidores de uma página ou perfil é alta ou não é uma análise relativa. Um negócio local naturalmente vai ter menos fãs que uma marca global. O importante é a efetividade do conteúdo e os objetivos do trabalho que está sendo feito.

Fãs e seguidores falsos “incham” a sua base, o que não significa qualidade

A qualidade de fãs, seguidores e clientes deve ser uma constante avaliação de um negócio (entenda qualidade como adequação do público à sua proposta ou pretensão de mercado). As redes sociais proporcionam justamente a oportunidade de uma marca segmentar e atrair um público estratégico e mais propenso à compra ou conversão. Quando inchamos a nossa base, dividimos a audiência com falsos seguidores e deixamos de atingir quem verdadeiramente me interessa.

Perigo: métricas enganosas prejudicam o seu negócio

Redes sociais entregam métricas preciosas sobre o comportamento do público no ambiente digital. Dados sobre perfil da audiência, alcance, envolvimento e vários outros ajudam o gestor ou empreendedor a tomar decisões importantes. Mas nada disso faz sentido se os seguidores forem falsos, pois, consequentemente, as métricas também serão falsas.

Reportagem da Record News TV sobre a Fazenda de Likes

Use o dinheiro para investir em mídia em vez de comprar seguidores

As principais redes sociais, como Facebook, Twitter, Instagram e Linkedin oferecem a possibilidade de você, a partir de um investimento, dar mais visibilidade para o seu conteúdo ou página, direcionando-o para o público que mais interessa. Inclusive, as redes sociais são imbatíveis no quesito segmentação. 

O que você prefere: comprar seguidores falsos ou se tornar visível e gerar ações em pessoas reais e propensas a engajar com a sua marca?

Ainda que venha de forma justa, fãs e seguidores são dados que devem ser analisados com cautela e em conjunto com outras métricas, digitais ou não

Ainda que a sua marca tenha muitos fãs ou seguidores, é preciso tomar cuidado para isso não ser supervalorizado. Se você faz um trabalho para atrair novos fãs, empenhe-se também em envolvê-los. Mais difícil que atrair é manter as pessoas engajadas com conteúdo de qualidade. O alerta vale até mesmo para o uso de verba de mídia: não gaste a maior parte do seu dinheiro para atrair seguidores.

Leituras recomendadas:

A verdade sobre os Likes

A internet é uma rede de pessoas, não de computadores, afirma autor de “Google Marketing”

Concluindo

Fãs ou seguidores têm valor quando são reais, te acompanham por desejo próprio e gostam e se envolvem com o conteúdo que recebem.

Tem alguma dúvida? Comente!

Outros artigos do nosso blog que podem te interessar:

Por que o Marketing Digital é tão importante?

Blog e mídias sociais: conteúdo com propósito constrói comunidades

Leave a Reply