Mídias Sociais para as empresas: por onde (re)começar?

Mídias sociais são uma realidade é praticamente uma frase do passado. As ferramentas digitais já fazem parte do dia a dia das pessoas e marcas Mas, ainda assim, muitos empresários preferem não utilizá-las por falta de entendimento ou por não se sentirem preparados. Outros até adotam as redes como opções de venda e divulgação, mas nem sempre da maneira ideal.

Se você pretende usar as mídias sociais para fomentar o seu negócio, recomendados a leitura cuidadosa dos tópicos abaixo. São itens importantes para profissionalizar o trabalho e não fazer da experiência um risco para a sua marca. Veja:

1. Posicionamento

As mídias sociais são ferramentas de comunicação. Portanto, elas devem ser uma extensão ou uma representação da sua marca. Uma página no Facebook bem sucedida, por exemplo, é a ponta do iceberg de um trabalho sólido de branding. Investir muito no ambiente on-line e pouco nas estratégias de marketing não trará resultados. 

2. Mão de obra

Tenha pessoas capacitadas para cuidar das mídias sociais. Profissionais de Comunicação e Marketing são os mais indicados. Dependendo da demanda, você pode precisar de uma equipe com redatores, designers e editores de conteúdo. Mas se você pode ter apenas uma pessoa, escolha alguém com perfil estratégico que tenha ótima redação, conhecimento com as ferramentas e intimidade com o universo digital. E há, também, a possibilidade de terceirizar este trabalho, alternativa comum em empresas de todos os portes.

3. Conteúdo

Conheça o seu público, escolha com cuidado em qual rede você vai estar e o que será produzido para cada uma. Estar presente em várias mídias e deixá-las desatualizadas ou postar o mesmo conteúdo para todas é um erro. Cada suporte pede um formato adequado. E lembre-se: a qualidade é mais importante que a quantidade.

4. Monitoramento

Inevitavelmente, as pessoas utilizam as mídias sociais para falar da sua marca ou do seu negócio. Por isso, é muito importante monitorar o que é dito. Este trabalho pode ser feito manualmente ou através de ferramentas específicas para esta finalidade, dependendo da sua demanda. Mas atenção: não adianta descobrir o que falam de você se não houver interação e solução. Esteja preparado para lidar com críticas e situações imprevisíveis.

5. Análise

As mídias sociais trazem indicadores preciosos. Dados como comportamento do público, engajamento com a marca, quantificação e classificação de menções ajudam a empresa a definir estratégias na comunicação. O famoso ciclo do PDCA (Plan, Do, Check and Action) é indispensável para valorizar e justificar o trabalho feito nas plataformas on-line.

6. Publicidade

Mídias sociais são espaços com ótimo custo-benefício para a publicidade. É possível atingir um público extremamente segmentado, com investimentos inferiores à mídia tradicional, através da compra de mídia, ou seja, anúncios dentro das redes, ou com postagens de bom alcance orgânico (que não recebem investimento).

Mas atenção! O que realmente vai atrair pessoas para o seu conteúdo é a qualidade dele e a maneira que você conversa com os seguidores. Por isso, anuncie, mas não abra mão do relacionamento.

Leave a Reply