Saiba como e por onde começar a usar o Twitter

Você usa o Twitter? Sabe das potencialidades dele para o seu negócio? Dados divulgados pela própria empresa mostram que mais de 40 milhões de brasileiros são impactados por ações no microblog, ou seja, quase metade dos internautas do país, que hoje já somam mais de 100 milhões. Grandes eventos por todo o mundo são reportados na ferramenta pela grande mídia e, o mais interessante, por pessoas “comuns”. Diferentemente de outras mídias sociais mais conhecidas, o Twitter possui notável engajamento com o real time, ou seja, com eventos ao vivo e notícias com alto imediatismo, ultrapassando, muitas vezes, a velocidade do jornalismo on-line. Um ponto importante para isso acontecer é a facilidade do uso do aplicativo nas plataformas mobileClique aqui e veja um infográfico com o perfil do usuário do Twitter no Brasil.

Se engana quem acha que o Twitter está saindo de moda ou não é tão importante. O uso dele para uma marca depende de uma avaliação sobre o objetivo de uma empresa na internet. E para ajudar-lhe a pensar sobre isso, listamos alguns pontos de partida sobre a rede social mais dinâmica de todas.

Como o Twitter funciona?

Vamos começar pelo básico: Twitter é uma rede social ou microblog criada em 2006, por Jack Dorsey, em que o usuário pode postar conteúdo em texto, vídeo ou imagem de até 140 caracteres, conhecidos como tweets. Esse conteúdo é visualizado pelos seguidores desse emissor das mensagens. Quem está no Twitter possui, portanto, seguidores e pode seguir outras pessoas, sendo que essa relação não é recíproca (eu posso seguir alguém que não me segue e vice-versa). Um perfil pode ser público ou privado, ou seja, dependente de uma autorização para que outras pessoas vejam o seu conteúdo. Há, ainda, a possibilidade de se enviar mensagens diretas (privadas) para os seus seguidores.

A tela de perfil é semelhante à imagem abaixo:

Usando o Twitter

Escolha um nome de usuário curto e de fácil entendimento

Estar no Twitter significa ter uma assinatura com um @, como, por exemplo, @agencia3nos, e ter um endereço na rede como http://twitter.com/agencia3nos. Infelizmente, o nome ideal pode não estar disponível e escolher um usuário fonético pode ser um desafio. Mas use a criatividade! Tente fazer um registro curto, de fácil assimilação e, claro, que tenha o nome da sua marca evidente.

Use imagens na foto de perfil, capa e posts

Em geral, postagens com imagens e vídeos são mais atraentes. E recursos multimídia permitem enriquecer uma mensagem, não é mesmo? Mas atenção: escolha mídias que realmente acrescentam e fazem sentido estarem ali, pois elas também ocupam espaço dos 140 caracteres.

Exemplo de tweet com imagem:

Confira as medidas ideiais para cada imagem clicando aqui! 

Use links

140 caracteres, muitas vezes, limitam o que precisamos dizer. Então, use o Twitter como uma ponte para o seu site, blog, e-commerce ou outra plataforma on-line. E lembre-se: conquiste o leitor com o pouco espaço de texto que você tem e sempre leve em consideração a alta concorrência da timeline. Em outras palavras, seja objetivo e ao mesmo tempo eficaz!

Dica importante: Use links encurtados para melhorar a estética da sua postagem. É possível encurtar links em várias ferramentas. Indicamos duas: http://migre.me e http://goo.gl .

Entenda e utilize as Hashtags

Sabe as famosas hashtags? A ferramenta foi criada para uma rede social pouco conhecida e que não existe mais, porém foi testada de forma mais efetiva em 2007 e, em 2009, pegou de vez no Twitter. O responsável por isso se chama Chris Messina, dono do primeiro tweet com hashtag (clique aqui e veja essa relíquia virtual!)

Agora que você já sabe como foi criada, vamos entender como usar uma hashtag. São palavras-chaves que apontam qual assunto um conteúdo está inserido e que também criam um link transformando o termo em um filtro. Por exemplo: se você for agora ao Twitter e buscar a hashtag #SocialMedia, todos os tweets do momento com essa hashtag serão exibidos. Clique aqui e veja na prática!

Portanto, as hashtags pautam debates e permitem conversas em tempo real sobre assuntos do momento, como eventos, programas de TV, fatos polêmicos etc. É bem comum também marcas criarem e utilizarem hashtags para gerarem interações, ações e promoções para públicos específicos.

Fique de olho nos Trending Topics

Um dos pontos fortes do Twitter são os Trending Topics (tópicos em tendência, em uma tradução livre). À esquerda da sua tela no PC ou ao clicar na busca no aplicativo do Smartphone, você consegue ver o ranking dos assuntos mais comentados na rede social naquele momento no mundo, em um país ou cidade (é possível filtrar). É uma ferramenta informativa e de grande valia para insights.

Extra: o próprio Twitter fez uma reportagem dos assuntos mais falados na rede em 2015! Veja clicando aqui.

Monitore e interaja, sempre!

É até um pouco redundante falar de interação quando falamos de qualquer rede social. Mas a repetição vale a pena devido a importância do assunto. No Twitter (topo da tela), há uma aba chamada Notificações, onde você visualiza mensagens que citaram você, quem deu um Retweet ou Curtiu uma postagem sua e quem começou a seguir você. Converse com quem puxar assunto com você, ok?

Um bom exemplo: o programa MasterChef, da Band, divulgou o resultado final do reality via Twitter antes de divulgar ao vivo na TV.

Observação importante: Ao clica em Responder (ou Reply), apenas quem segue você e o destinatário da resposta simultaneamente visualiza a mensagem automaticamente no feed.

Não use respostas automáticas

Nunca, jamais, em hipótese alguma, nem em último caso, utilize respostas automáticas no Twitter. Alguns softwares (conhecidos como robôs ou bots) são capazes de responder, com um texto padrão, a menções ou citações de hashtags. Pode parecer uma ótima ferramenta de automação se não fosse um motivo simples: interagimos com pessoas e não com máquinas! Grandes marcas já foram infelizes ao usar um bot. Veja um caso na imagem abaixo. Um robô respondia, com um texto padrão, às mensagens que continham a hashtag #FicaVerão, campanha da cerveja Itaipava:

Fique de olho nas métricas

Ao logar no seu Twitter e acessar o endereço http://analytics.twitter.com , você consegue ver várias métricas interessantes do seu perfil e dos seus tweets. Meça o engajamento do seu conteúdo cruzando dados como número de visualizações, retweets, menções etc.

Conclusão

O Twitter é importante para informações imediatas e interação, é dinâmico e necessita de conteúdo períódico. Pode ser uma ótima ferramenta de interação, ponte para outros ambientes on-line, ações e promoções. Para ser bem usado, precisa de estar inserido em um planejamento de conteúdo e objetivos da marca, podendo ser também uma plataforma para mídia paga, mas isso é assunto para outro post.

Ficou com alguma dúvida? Quer acrescentar alguma informação? Escreva nos comentários!

Você também vai gostar de ler:

Cinco primeiros passos para a pequena ou média empresa começar a usar o Facebook

 Mídias Sociais para empresas: por onde (re)começar?

Leave a Reply